Auditoria de Seo

Zapeando pela internet, em uma roda de amigos ou nos corredores da empresa, certamente você ouviu falar em SEO. E se você já entende que SEO e CEO são coisas distintas, você está a um passo à frente. E para matar sua curiosidade, vamos começar traduzindo as duas siglas acima. 

CEO significa Chief Executive Officer ou Diretor Executivo, em português. O termo CEO é usado para se referir ao cargo de maior autoridade operacional em uma empresa e sua função está diretamente ligada ao planejamento estratégico de médio e longo prazo. Já o SEO, que é o nosso tema central, vamos explicar em detalhes na sequência.

O que é SEO?

Otimização para Mecanismos de Busca é a tradução livre para Search Engine Optimization (SEO). Seu objetivo é, por meio de estratégias e ferramentas, alcançar as melhores posições nos rankings de sites de busca, como o Google, por exemplo.

Este mecanismo de ranqueamento existe para que quando alguém fizer uma busca por determinado termo, apareçam apenas os sites que trazem o conteúdo mais relevante para o termo pesquisado. Imagine, quanto tempos perderíamos tendo que olhar diversos sites com assuntos diferentes do que buscamos? É como pedir água e o garçom te apresentar um cardápio de bolos.

Assim, se você possui uma empresa ou vende determinado produto ou serviço e tem uma boa estratégia de SEO, as chances de você aparecer entre as primeiras posições de uma busca orgânica no Google são grandes. 

Para as empresas, estar entre o primeiros no ranking é muito importante, uma vez que primeira posição de uma busca orgânica do Google possui 34,36% de taxas de cliques, segundo pesquisa da HubSpot.

Como funcionam os sites de busca?

Embora este seja um recurso que a maioria das pessoas utilize incontáveis vezes ao dia, você já se perguntou como funciona a busca do Google? Desde que foi criado, em 1997, o Google passou por diversas mudanças e atualizações, melhorias que o tornaram um dos mais acessados buscadores da internet. Fora ele, que é o site mais acessado no Brasil, existem outros como o Bing, Yahoo!, AKS e uma dezena de outros.

Todos eles funcionam basicamente da mesma forma: por meio de um rastreador, o buscador localiza novas páginas e atualizações de conteúdos já existentes na web, identifica e armazena o conteúdo, cadastra o link dos sites em seu banco de dados e indexa em no site de buscas. Assim, quando o usuário fizer uma pesquisa, as palavras-chaves serão identificadas e ao clicar nos resultados, o usuário será direcionado para o site selecionado.

Atualmente, outro fator gera grande impacto nas buscas orgânicas: os algoritmos. Estes códigos mudam de tempos em tempos e sempre causam um burburinho na internet por conta das mudanças que sempre trazem. São eles que filtram os conteúdos mais relevância para cada pessoa com base em suas atividades na web e redes sociais. 

Ou seja, sua profissão, as páginas que você curte ou segue, os produtos que compra, os locais que visitou e seus amigos são informações utilizadas pelos algoritmos para determinar quem vem primeiro na lista resultados de uma busca no google.

Marketing Digital e SEO 

As estratégias e Marketing Digital são diretamentes ligadas ao SEO, isto porque o principal pilar do Inbound Marketing, o mais assertivo para o meio digital, é a geração de conteúdo. 

Por meio de conteúdos autorais em seus sites e blog, empresas dos mais diferentes segmentos buscam melhores posições nos ranking de busca orgânica a fim de gerarem leads (clientes em potencial) que possam ser convertidos em vendas. Assim, passam a ser vistas como autoridades no assunto dentro de seu segmento.

Ou seja, investir em estratégias de Inbound Marketing é uma das formas de melhorar seu alcance e visibilidade junto a seu público-alvo, que chega até você após buscar um produto/ serviço ou com o desejo de entender como funciona algo, assim como você que lê este artigo agora.

Conteúdos Otimizáveis 

Agora que você já sabe o que é SEO e como funcionam os mecanismos de busca, é hora de entender que tipo de conteúdo é possível otimizar para alcançar melhores resultados na internet.

Como já citamos, blogs são um dos principais recursos pois, além de gerar valor a empresa ou marca, também agrega ao lead, que satisfaz sua necessidade de informação sobre determinado assunto. 

Para isso, é necessário seguir algumas diretrizes que permitam ser visto pelos mecanismos de busca, conhecidos como Fatores On Page. Apenas o Google possui mais de 200 fatores que influenciam na busca e  aqui vamos citar os principais:

Conteúdo relevante

Sim, o Google leva a qualidade em conta e por isso, não basta usar inúmeras palavras-chaves se o texto não faz sentido. Produza conteúdos autorais, informativos e em uma linguagem acessível. 

Lembre-se que seu blog pode ser acessado tanto por pessoas da área como leigos, então, faça uso de exemplos que possam contextualizar o assunto para o leitor e fuja de palavras complexas, a menos que seja inevitável e neste caso, sempre deixe claro seu significado.

Tamanho do Conteúdo

Contrariando a máxima, para o Google tamanho pode ser documento sim. Uma pesquisa feita pelo blog Cognitive SEO indica que textos mais longos, com mais de mil palavras estão entre os primeiros resultados da busca.

Mas, como sabemos que nem todos os assuntos rendem textos em profundidade, continue com o foco na qualidade do texto informação. Post mais curtos podem sim solucionar dúvidas de forma mais assertiva em alguns casos.

Títulos

Textos de blog ou artigos que buscam um melhor ranqueamento no Google e outros mecanismos de busca precisa ter dois títulos, o do artigo ou post em si e o título SEP, que possui composição e função diferente title tag, ou título interno.

O título interno deve ser atrativo, informativo e não pode destoar do conteúdo do texto. Caso o leitor veja que a resposta sugerida pelo título não está no texto, seu conteúdo perde a credibilidade. Por isso, utilize algumas técnicas de copywriting e não precisa se preocupar com o tamanho, pois não há limites. 

Veja algumas das técnicas que você pode utilizar para formular um título atrativo, de acordo com a página Site:

  • How to: Como resolver aquele problema chato
  • Lista: 5 dicas para resolver aquele problema
  • Imperativo: Resolva aquele problema desta maneira
  • Citação: “Resolvi aquele problema com estas técnicas”
  • Pergunta: Qual a melhor maneira para resolver aquele problema?

URLs

Invista em URLs amigáveis. As URLs são um fator direto de rankeamento do Google, pois ele também é capaz de encontrar palavras-chave no endereço da sua página.

Sem falar que, quanto mais simples e coesa ela for, maior a possibilidade dos leitores acessarem aquele link. Evite números nas URLs, URLs enormes, caracteres indevidos como pontos, letras maiúsculas, entre outros, e abusar de subdomínios.  

Infinitas possibilidades

E isso só para começar, as possibilidades com o SEO são infinitas. Esse artigo não teria fim. Isso porque nem falamos ainda de heading tags, otimização de imagens para SEO, tamanho da imagem, linkagem interna, design responsivo, tempo de carregamento, meta description, botões de compartilhamento, fatores off page, link building, autoridade, localidade e mídias sociais… 

Quer aprender mais sobre SEO? Agende uma consultoria grátis com a equipe da TechnoEasy e esteja à frente de tudo e todos. Além de aprender ainda mais sobre SEO, você pode alavancar o desenvolvimento do seu negócio. Vem com a gente!


Warning: Illegal string offset 'ID' in /home/technoeasy/www/wp-content/themes/betheme/includes/content-single.php on line 259
Caroline Luz
Apaixonada por livros. Eles me levaram ao Jornalismo. Tenho experiência em produção de pautas para jornais televisivos, além de redação de textos para web. Uma entusiasta no universo do Marketing Digital. Escrever é minha redenção. E não, eu não tomo café.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.